Acontece

Morre o arquiteto Haruyoshi Ono, discípulo de Burle Marx
Postado em 23/01/2017

Fonte: Casa Vogue

 
 
No dia 22 de janeiro morreu, aos 73 anos, Haruyoshi Ono, arquiteto e discípulo do célebre Roberto Burle Max. Ono começou a trabalhar no escritório de seu mestre como estagiário, em 1965 e em 1968, logo ao se formar Faculdade Nacional de Arquitetura da Universidade do Brasil, passou de aprendiz a sócio. 

Haruyoshi se tornou o herdeiro artístico natural de Burle Max dedicando-se durante toda a carreira à tarefa de preservar a memória do mestre e levar adiante grandes projetos. Como titular do escritório desde 1994, quando faleceu Burle Max, o arquiteto continuou a criar projetos em locais públicos, no Brasil e também no exterior e  atuou em obras como Praça da Revolução, no Acre, e Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. 



Segundo publicação feita pelo escritório Burle Max, "seus filhos, Isabela Ono e Julio Ono, a arquiteta e esposa Fatima Gomes, e seu sócio, Gustavo Leivas; que trabalham com ele há mais de 20 anos, permanecem à frente dos projetos e do acervo paisagístico, dando continuidade ao seu legado".

Uma das últimas aparições públicas de Haruyoshi Ono, bastante lembrada por nossos leitores nas redes sociais, foi no programa Casas Brasileiros, do canal GNT, no qual temos a chance de conhecer um pouco sobre os projetos que desenvolveu durante os 30 anos que passou ao lado de Burle Max e os mais de 20 que ficou a frente do escritório.