Projeto

Armários embutidos dão aparência clean à apto
Postado em 29/03/2017

Fonte: Casa Vogue


Marcenaria planejada cria espaço para guardar todos os itens da família sem deixar nada aparente
 
Com 450 m² o apartamento projetado pela arquiteta Consuelo Jorge, do Consuelo Jorge Arquitetos, foi feito para um casal e suas duas filhas adolescentes. Localizado no bairro da Vila Nova Conceição, em São Paulo, o lar é, segundo a arquiteta, "uma casa que é vivida, na qual a família passa muito tempo" e por isso, além de linda, deveria ser prática.

Pensando nisso, surgiu a ideia deste grande painel de madeira acinzentado que embala toda a área de estar. Além do estilo moderno trazido pelas paredes escuras, o painel esconde em si diversas "saídas secretas" que dão acesso a área de circulação, bem como aos quartos e a entrada do apartamento.
 
 
 

Há ainda um segundo painel, de madeira mais clara, que reveste o que foi apelidado de "cantinho do vinho", uma segunda sala, menor do que a sala de jantar, que esconde por trás de suas discretas portas, armários para guardar copos e taças. "A cliente não queria nada exposto, tanto para dar um ar mais clean quanto por praticidade - já que assim é mais fácil de arrumar e limpar", conta Consuelo.

 
Apesar do árduo trabalho de marcenaria, o cômodo favorito da arquiteta é o lavabo. "Este lavabo é uma escultura", comenta a arquiteta que, aproveitando a mente aberta dos clientes, criou este espaço monocromático que lembra uma caixa de aço e é contornado do chão ao teto pela iluminação. O retângulo separa, virtualmente, a pia da bacia e é feito com um perfilado de alumínio, no qual foi inserido uma fita LED dando ares modernos ao ambiente.
 

 
A cozinha, por sua vez, é outro ambiente que chama atenção, desta vez por trazer cor ao décor. Feita com armários de vidro coloridos, em um laranja bastante vibrante, a área é uma das únicas que possuí itens expostos - especialmente porque a família gosta de cozinhar o que faz com que seja mais prático ter os utensílios fora de armários opacos.

 
 
 
O preto, o branco e outros tons neutros voltam a ser protagonistas na suíte do casal, que incluí um escritório e dois espaços para armários - um para ele e outro para ela. A casa ainda tem três outros quartos, um para cada filha e outro que foi transformado em um "quarto de vestir" aonde as meninas reúnem as amigas e se arrumam juntas para as festas. "É curioso esse uso, mas, como eu disse, é um apartamento para ser usado e esse foi um pedido das meninas", conta Consuelo.